Posted in:

As Mulheres Respondem: Homem para que? Para muita coisa!

Ai meus amigos… Não me canso de dar mega conselhos aqui e hoje não vai ser diferente. Porque, no fundo, eu amo os homens. Todos vocês, sem exceção. Casos perdidos ou não. E fiquei imaginado de quantos de vocês precisamos para ser feliz. Ou como vocês também tem que se desdobrarem para nos fazer derreter. Segue tudo e depois me conta…

Homem que é cheiroso

Não importa se é cheiro de sabonete, de roupa limpinha ou de perfume francês. Homem tem que ter cheiro bom. Arrepia até a nuca!

Homem que toma as decisões

Com esse eu me derreto! Não tem nada melhor do que um cara que já sabe onde te levar, o que vai rolar no local e até o melhor prato que tem lá. Lógico, vocês podem até falar: Você prefere outro local? Não prefiro. Sigo o meu homem!

Homem que sabe de vinhos

Saber harmonizar comidas e vinhos e as diferenças básicas entre rosês, tintos e brancos é fundamental. Se você ainda não sabe, faça um curso rápido ou dê uma pesquisada na internet. Você vai ficar, no mínimo, mais bem informado.

Homem que escolhe bem o menu

Homem que sabe o que é uma boa comida é um diferencial sim. E se vocês já sabem aquilo que gostamos, então…

Homem que se atreve sem se atrever, que pega, mas respeita

Isso é fantástico. A gente sente a respiração forte, o instinto surgindo, mas o cara se controla. Não passa de um abraço delicioso e um beijo que entontece. A nossa perna bambeia, mas ele dá boa noite e vai embora. Só Jesus!

Homem que sabe de arte

Gostar de arte é um puta afrodisíaco, mas não pode ser exibido. Tem que comentar no meio de uma frase despretensiosa, mas nunca listar nomes e datas de quadros famosos ou não. É só um up, não o tesão em si.

Homem que gosta de jazz

Homem que gosta de jazz tem um quê a mais. Tem um charme. Um algo elegante e interessante ao mesmo tempo. Tem um ar misterioso que a gente fica doida para decifrar.

Homem que abre a porta do carro, puxa a cadeira para gente sentar e paga a conta

A gente está tão desacostumada com isso que já vai no automático: Abrindo a porta do carro, sentando à mesa no restaurante…Mas quando um cavalheiro surge e faz tudo isso, merece nossa atenção sim! E pagar a conta – pelo menos no primeiro encontro – é algo a mais. Confie!

Homem que fala que sempre quis nos beijar e beija muito

Pode parecer piegas, mas é tão bom ouvir isso. Mas tem que falar no ouvido, baixinho, depois daquele beijo maraaaa…

Homem que é homem: É aquele que deixa a gente ser mulher. SIMPLES ASSIM.

 

Vamos interagir: O que você acha da minha opinião? Concorda comigo?
Tem uma opinião diferente? Espero seu comentário!

 

Leia mais de Carol Meyer em www.carolmeyer.wordpress.comwww.dicasdacarol.com.br

  • Victor Moraes

    Estou vendo que terei que saber um pouco mais sobre vinho. rs

    E sobre o homem saber dançar. Este conta também?
    Falo isso, mas não sei dançar muito bem. Falo apenas, pq vejo em muitos textos deste tipo, de que o homem deve saber dançar. rs

  • João Lipe Mello

    Gostei das dicas, Carol.

    Confesso que aplico muitas dessas táticas, exceto a do vinho, mas tô refinando meu gosto e a de artes, que pode ser substituída por uma habilidade (Como tocar violão, por exemplo).

    Acho que essas dicas de cavalheirismo sempre são bem vindas em qualquer situação, principalmente sobre pagar a conta, que mesmo não parecendo conta muito, dando sensação de segurança.

    Continue com esses conselhos para a galera que segue o Moda, e certamente outros meninos virarão homens, haha!

    • carol meyer

      Ei João, tudo bem? Que delícia de comentário, é bem por aí sim! Tocar violão também é um diferencial e mostra sensibilidade. Tudo que é feito de maneira natural é bem vinda, o importante é mostrar o quanto vocês se importam com a gente…Bjs e volte sempre!

  • Victor Gabriel

    Achei muito interessante, mas jazz? Talvez isso não seja pessoal da autora? Ou é uma regra geral?

  • Antonio Junior

    As feministas piram com um texto desses.
    Como a autora dá a entender: Mulher tem que ser mulher.

    • Patricia Barreto

      Feministas lutam pela ideia, revolucionária para alguns, de que a mulher é uma pessoa. Apenas. Adorei o texto.

    • Patricia Barreto

      Feministas lutam pela ideia, revolucionária para alguns, de que a mulher é uma pessoa. Apenas. Adorei o texto.