Posted in:

Vista os Anos 80! Ideias incríveis para o visual masculino!

De um breve histórico a ideias variadas, veja como foi essa década!

Há um tempo atrás, falamos um bocado sobre como o estilo dos anos 50 influenciou e reverbera até hoje na maior parte dos estilos modernos. Mas essa não é a única década, seja pela nostalgia, seja pela proximidade, uma outra década é bem marcante para a maior parte dos homens adultos hoje em dia: os anos 80. Ela até pode ser considerada a “década perdida” em muitos aspectos, mas não na moda.

Na verdade, para muitos caras, essa é “a” década a se referenciar quando se trata de estilos, e o que não falta são artistas que fazem suas pequenas referências ao período, o que é muito bom por um lado… Por outro, como prestar essas mesmas homenagens sem cair no cafona, ou ainda no antiquado para cada situação?

É isso que vamos ver em detalhes, para que não tenha dúvidas na hora de fazer um bom investimento no seu visual retrô.

O que representa os anos 80 na moda masculina e na cultura?

Os Anos 80 foram um tanto excêntricos na moda

Houve um contraste bem curioso na década de 80 em todos os aspectos, e isso obviamente se refletia em seus trajes. Por um lado, tivemos as cores em tons de neon, o glamour e os temas mais exagerados, e era fácil de ser visto no cinema, mas principalmente na música. Gêneros como o Glam Rock, e artistas como o George Michael, Boy George e uns outros caras deixavam bem claro suas tendências e visões de mundo.

Esse lado mais vibrante não se resumia apenas a esse lado mais “alegre” da coisa. Movimentos como o hip hop traziam essa mesma versatilidade com um poder incrível, em todas as suas vertentes, do rap bem humorado do Run DMC ao grafite.

O outro lado desse contraste era a melancolia. Tínhamos uma galera bem engajada e disposta a fazer o que a década passada não tinha feito, e do outro lado tinham os caras mais soturnos, que apesar de não se entregarem a um certo conformismo, havia um olhar mais sensível e desesperançoso até.

É só dar uma olhada nos estilos sintetizados e meio góticos de artistas como o The Cure, o The Smiths, além de movimentos como a ascensão dos sintetizadores e até metal mais melódico. Todos eles tinham características estilísticas bem em comum: roupas pretas, os cabelos conscientemente desarrumados, e aquele olhar blasé.

E como foi no Brasil?

Anos 80

Como muita coisa que trazemos de fora, damos uma bela misturada e adicionamos o característico “tempero brasileiro”. Os visuais eram tão espalhafatosos quanto ridículos entre a galera artista – não preciso falar da Xuxa, mas… E ainda tínhamos um outro fator: o país estava em sua transição de um período mais recessivo nas liberdades de expressão para algo mais modernos, e quando finalmente tivemos uma constituição democrática, meio que libertou o senso estético reprimido de muitos caras por aí.

Embora os trajes mais soturnos não tenham pegado tanto como na Europa, ainda tivemos espaço para um certo formalismo, não sem aquele toque rebelde que ficou característico na geração enquanto o próprio país começava a se recuperar do baque das décadas passadas, embora esse processo mesmo ainda fosse levar uns bons anos.

E o que isso tem a ver com moda, você me pergunta? Simples, jovem: quando você se liga no contexto, as ideias de peças e estilos se tornam não apenas referenciais, como simbólicas também. Pense no estilo como uma forma de trazer aquelas memórias afetivas dos tempos idos. Falei bonito, não é?

Ideias para uma moda nacional e internacional dos anos 80

Vamos ver algumas boas ideias de looks Anos 80

A ideia do contexto é justamente essa. Por que pensar apenas nas peças como algo único e fechado, e também clichê quando você pode fazer isso de uma forma completa, trazendo aquelas referências da década de 80 que todo bom entendedor vai pegar? E de quebra, você ainda quebra o gelo.

Vamos às sugestões.

All Black sem ser soturno

O estilo todo preto foi um marco dos Anos 80

Ou pode ser também, não tem problema algum. O negócio aqui é tornar o preto a cor básica e mais evidente em seu visual. A música pode ser uma boa referência tanto para os trajes como penteado e até barba: bandas como Depeche Mode, Joy Divison, e o bom heavy metal do Iron Maiden podem te dar umas dicas de como investir.

Se você quer um termo mais direto para esse estilo, pense no minimalismo. Poucas peças, talvez um branco para quebrar o visual de completa escuridão, e está no jeito. Pode considerar umas botas masculinas escuras, mas aí é com você.

Moda esportiva é o que há

Os Anos 80 tinham um estilo esportivo bem peculiar

E aproveite pois essa é uma tendência muito em voga hoje! Nos anos 80, não apenas as roupas esportivas eram uma tendência, como haviam umas combinações que iam do vibrante ao bizarro. É só lembrar daquela abertura maluca de um programa de tv americano em que os casais sarados e bem de saúde dançavam aquela música louca com um sorriso colgate que só rindo…

Você não precisa ir para esse lado, e é sério isso, viu? Vai pagar um mico desnecessário. Os trajes inspirados nos esportes devem ser confortáveis, vibrantes e ter aquela coerência importante. Considere um bom sneakers, e combinar o casaco com uma calça dry fit, enquanto a camiseta pode ser mais estilizada. A ideia funciona não apenas para esse lado dos anos 80, como outro estilo essencial.

Cores: vibrantes, mas que combinam bem

Os Anos 80 foram cheio de cores

Até hoje não houve geração que usou tão bem o círculo cromático como os anos 80. Você pode achar até meio louco algumas combinações ali, mas é inegável como eles até hoje são muito bem criativos nessa parte. E você pode ser também.

Não é brincadeira quando falamos do círculo cromático. Use-o de referência para montar looks que remetam aos anos 80 fazendo combinações entre três ou até quatro cores diferentes. É muito interessante quando temos aquela mistura fazendo sentido mesmo quando não parece.

Gostou da viagem? Então deixe nos comentários as combinações que dão certo nos anos 80. Aproveitar o melhor de sua época é fazer uma homenagem honesta, e rememorar o lado bom que pode inspirar os novos criadores. Inclusive falar bonito hehe. Até a próxima!